Publicado por: Carlos | 02/04/2009

Por amor (Personal Effect)

untitled13Sou fã de romances. Quem me conhece sabe disso, mas este, realmente não deu pra engolir.

Depois de assistir Por amor (Personal Effect), que estréia nos cinemas brasileiros amanhã (03/04/09). Eu consegui entender porque não podemos andar armados.

Michelle Pfeiffer que, aliás, interpretou um papel bem parecido e chato, em 2007 com o filme Nunca é tarde para amar (I Could Never Be Your Woman) está apagada, chorona e sem expressão. Não ajudou em nada na história do filme que, ora gira em torno do casal, ora em torno do filho dela, surdo de nascença e, consequentemente, mudo. Além de não conseguir lidar com o assassinato do pai.

Ashton Kutcher, em minha opinião, sempre foi medíocre e, coincidência ou não, o papel parece mesmo feito pra ele. (Um cara problemático que se envolve com uma mulher bem mais velha e, com um trabalho que o expõe ao ridículo. Como nos episódios de Punk’d.).

Bem, vamos ao filme, o casalzinho aí, se conhecem num tribunal, ambos estão vivendo situações parecidas na vida, o assassinato de alguém da família.

Conversa vai, conversa vem, ela o convida para acompanhá-la num casamento, trabalha com isso. Em um destes casamentos há uma aproximação e, eles acabam se envolvendo. Mas, no meio deste envolvimento tem o filho dela, surdo, mudo, problemático e que, de quebra, anda com a arma do pai no bolso da jaqueta (típico adolescente americano). Ashton que, treina luta greco-romana (hummm), acredita que esta é uma forma do garoto descarregar sua raiva e o inicia nas lutas, o menino vai pra um campeonato (historinha padrão).

As decisões judiciais são proferidas. Cada um tem sua reação. Um ato desesperado acaba influenciando o garoto surdo a tomar uma decisão e, o filme caminha para o seu final.

Lições de moral do filme, pra não perder o costume norte-americano. A importância da influência e, o exemplo que damos para todos aqueles que nos admiram e respeitam. Todos são inocentes até que se prove o contrário.

Pra resumir em uma única palavra, o filme é enfadonho. Acredito que assistir ao campeonato mundial de corrida de submarinos, submersos, deve ser mais frenético.

Anúncios

Responses

  1. Oi, sou da comunidade do blogInsônia.
    Vc fez um comentário dizendo que meu blog era interessante!
    Obrigado pelo elogio!!

  2. Ahhhhh…. Jura q e ruim??? Realmente se for parecido minimamente com o outro e P E S S I M O!!!!

  3. ei tudo bem,bom gostaria que alguem me informe comom eu posso conseguir a trilha sonora desse filme ,nao consegui achar em nenhum lugar …obrigado!(^^)¹


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: