Publicado por: Carlos | 05/04/2009

Parabólica

Todo mundo sabe que o transporte público de São Paulo está cada dia pior. Tudo, absurdamente, lotado, fora de horário, sujo um verdadeiro caos.

Mas, na minha opinião, muito pior que os problemas apresentados acima, são os assuntos que somos obrigados a ouvir diariamente. Podem falar que é falta de educação, mas não é. Mesmo com mp3 no último, correndo o risco de furar os tímpanos e, também, acelerar minha surdez que, com certeza, um dia virá,  não dá para passar despercebidos em alguns assuntos que surgem.

Se você, assim como eu, não aguenta mais ouvir tantas asneiras, seja no ônibus, metrô, trem, trabalho e até mesmo no carro (mas este é mais fácil de resolver), seu espaço é aqui.

Afinal, já disse um louco qualquer: “Antes ouvir besteiras, do que ser surdo”.

E, eu, digo o seguinte: “Antes desabafar, do que responder por homicídio doloso”.

Anúncios

Responses

  1. Bem, vou iniciar os comentários fazendo o meu desabafo.

    Recentemente eu voltava pra casa à noite, após mais um longo e exaustivo dia de trabalho. Com muito custo consegui ajeitar-me num canto do ônibus onde eu não seria incomodado, abri meu livro e comecei a leitura.
    Uns dois pontos adiante, dois engravatadinhos com seus topetinhos sobem e param bem próximos a mim. Aquela conversa padrão de estagiários se inicia: faculdade, TCC, minas, baladas, etc. Até aí tudo bem, faz parte da idade. O problema é que resolveram conversar sobre mercado de capitais, PIB e até a lista dos mais ricos da Forbes entrou no assunto.
    O primeiro disse que tinha lido sobre a crise norte-americana e as consequências para o mundo, que os EUA estavam passando por esta crise porque o dinheiro que eles usavam pra emprestar aos americanos pagarem suas hipotecas não estava disponível, estava sendo utilizado pra financiar o exército na guerra contra o Iraque (isso mesmo Iraque).
    O outro ouviu tudo com atenção, concordou com a história, só faltou falar que leu isso também, mas fez pior, soltou outra pérola: Cara, você viu? O Bill Gates não é mais o homem mais rico do mundo, é um mexicano. A fortuna do cara dá pra pagar toda a renda per capita da América do Sul (acho que ele quis dizer PIB, mas fiquei na minha, afinal, mesmo a beira de um infarto, eu sabia que iria descer em 2 ou 3 minutos).

  2. Adorei!!!! Ainda nao tenho uma historia, mas adorei a frase!!! Achei um motivo pra eu ser “super sincera”! Rsrsss


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: