Publicado por: Carlos | 07/04/2009

Pillow Fight Brasil

pillowposterhh73

Quando penso que já vi de tudo neste mundo. Aparece uma loucura nova pra me fazer repensar até onde chegará a falta do que fazer das pessoas.

Confesso que fico curioso em entender o que move estas pessoas, a grande maioria universitários, a participar de um evento destes.

Me responda, quem souber, qual o motivo desta briga de travesseiros (pillow fight) em frente ao obelisco do Ibirapuera com hora marcada e mobilização da polícia militar?

Segundo pesquisas na net e diretamente do site da Folha de São Paulo, encontrei esta explicação:

“A ideia é desprovida de conteúdo ideológico ou prático e serve apenas como uma brincadeira para integrar as pessoas e afastar o estresse, segundo os organizadores. Em vez de meios tradicionais de divulgação, os organizadores do Pillow Fight utilizam “flashmob” (mobilização relâmpago) por mensagens eletrônicas para agregar manifestantes e mantêm comunidades virtuais e sites específicos sobre o evento. A imensa quantidade de penas e espumas que restaram ao final da guerra, seria limpa pelos participantes.”

Era só o que faltava mesmo. Antigamente, para afastar o estresse, aconselhava-se andar descalços na grama, praticar Yoga, Tai chi chuan, reflexologia e por aí vai.

Um dos participantes da brincadeira declarou:

“Foi incrível, não conseguia ver nada, comecei a tossir penas de tantas que havia no ar. É animal, enquanto você golpeia um leva três na cabeça e não sabe nem da onde veio”

Por favor, de novo, alguém pode me explicar isso, ou sou eu que sou chato demais?

Adoro ver como a população tem capacidade de se mobilizar para coisas sem valor algum. Se gastássemos metade das nossas energias que gastamos com estas “bobeiras”, em assuntos realmente importantes e relevantes para a população em geral, acredito que o mundo seria bem mais interessante e agradável.

Anúncios

Responses

  1. Bom, primeiro quero lhe dizer que estou com você. Ao invés de contribuir em algo, eles simplesmente perdem tempo. Imagine se aquele monte de gente resolvesse fazer uma ação social colaborativa, seria maravilhoso. O Danilo do CQC esteve lá e ironizou o que pode….. kkk… Também tomou umas porradas, é claro. Ao entrevistar um dos participantes, ele questionou: Mas e os ácaros? O participante respondeu: É! Este é um risco que não foi considerado…. kkkk. Nada foi considerado nessa porcaria!
    Forte abraço!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: