Publicado por: Carlos | 08/04/2009

Entre Lençóis

entre_lencois2“Como pode uma pessoa se apaixonar deste jeito por alguém que acabou de conhecer?”

Neste filme, estilo passarela, entra em jogo a eterna dúvida das mulheres e, às vezes, dos homens também. Pode existir sexo sem amor?

Ele, um homem passando por problemas no casamento. Ela, está na sua última noite solteira. Encontram-se numa balada. Olhares, sorrisos, danças e motel.

Após a primeira transa eles já têm a primeira briga, ela coloca a roupa, faz drama, fala que vai embora, não foi.

E é nesta pegada que o filme se desenrola, transas, discussões, jogo da verdade, realizações de fantasias, pacto de sinceridade, promessas de não se envolverem, juras de amor eterno e, finalmente, promessas de viverem felizes para sempre.

Seguindo ao pé da letra o conselho de Al Pacino em Perfume de Mulher: “Em um minuto se vive uma vida”. O casal, aliás, únicos atores do filme, fizeram exatamente isso, só que em uma noite.

Pra quem gosta de um romance recheado de paixão e fantasias, pode até parecer uma boa pedida, mas os diálogos são fracos, interpretação ruim e sem expressão, enfim, o filme é muito fora da realidade. Tirando a parte dos joguinhos e testes que ela faz com ele (isso sim, é bem real e comum entre as mulheres).

Para a pegunta feita no início deste texto, respondo: Simples, não pode.


Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: