Publicado por: Carlos | 19/04/2009

Fatal (Elegy)

fatal-poster01

Preste atenção na frase:

“Mulheres bonitas são invisíveis. Ficamos bloqueados pela barreria da beleza. Ficamos tão encantados com a beleza exterior que nunca chegamos ao interior”

Será?

Sinopse:

“David Kepesh (Ben Kingsley) é um renomado professor de faculdade que se encanta por Consuela Castillo (Penélope Cruz), uma de suas alunas. Logo eles começam a namorar, apesar de David manter um relacionamento puramente sexual há mais de 20 anos com Carolyn (Patricia Clarkson). David aos poucos se apaixona por Consuela, mas sempre teme que a diferença de idade entre eles seja um empecilho”. (sic)

Pela sinopse e pelo título do filme (em português), tem-se a impressão de ser um filme sobre obsessão.

Mas não é, o filme, trata sobre relacionamentos, onde a diferença de idade impera, e estamos falando de 30 anos de diferença; Fala sobre a beleza física e em como ela é supervalorizada. Um romance com pitadas de drama, iniciado com o jogo da sedução que virou paixão e no final… bem, o final só você assistindo.

David é um homem maduro, bem sucedido e resolvido emocionalmente, um solteiro convicto. Vê em Consuela , uma beleza física irresistível (e quem não vê?), mas não contava com a paixão que iria surgir entre eles. Aos poucos, ele vai se entregando à paixão, mas sempre com ressalvas. As conversas com seu amigo poeta, são a confirmação de que tudo o que ele está vivendo com Consuela, são seus maiores medos.

Penélope Cruz está maravilhosa no filme. Há tempos não via uma mulher tão bonita nas telas, ela transpira sensualidade em todas as cenas. O filme é sensacional e envolvente, recomendo a todos. Algumas pessoas vão dizer que merecia uma final melhor; outros, um final mais suave. Eu digo que o final foi perfeito.


Anúncios

Responses

  1. Penelope Cruz é exatamente o que a frase inicial do post diz. Cega!
    Belo filme. Emocionante…

  2. […] alarmantes, e fui duramente criticada (#drama) pelo Carlos, do Sofismando, que inclusive fez uma resenha digna sobre o mesmo filme que eu […]


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: