Publicado por: Carlos | 26/04/2009

Divã

diva-poster01Sinopse:

“Divã conta a história de Mercedes (Lília Cabral), uma mulher de 40 anos que vive às voltas com as alegrias e desafios da sociedade contemporânea. Casada e mãe de dois filhos, Mercedes decide, mesmo sem saber bem o porquê, procurar um psicanalista. E, assim, o que antes era apenas uma curiosidade, se transforma em uma experiência devastadora, que provoca uma série de mudanças em sua vida cotidiana. No divã, Mercedes questiona o seu casamento, a realização profissional e seu poder de sedução. A melhor amiga Mônica (Alexandra Richter), a companheira de todos os momentos, vê de perto a transformação de Mercedes e participa de suas novas experiências e descobertas, apesar de nem sempre concordar com suas escolhas. As revelações de Mercedes para o analista, assim como as conversas com a melhor amiga, dão novo rumo à vida de Mercedes que a princípio parecia boa, estável, mas sem grandes emoções. É só o princípio de uma grande transformação. Baseado na peça teatral homônima, que teve mais de 175 mil espectadores.” (sic)

Gosto de filmes nacionais, juro pra vocês que gosto, mas Divã é ruim demais, ruim com força, como diria um amigo meu que, por sinal, estava assistindo o filme também.

O sofrimento para assistir o filme já começou na fila para comprar os ingressos, fiquei exatamente atrás daqueles grupinhos de aborrecentes que só sabem se comunicar acima dos decibéis considerados aceitáveis, e conceito de diversão, pra eles, é peidar em público (Se existir fila para ir para o inferno, com certeza é uma fila de aborrecentes, pode acreditar). Bilhetes comprados, próximo mistério da via sacra, fila para a pipoca, uns 30 minutos na fila para a pipoca (odeio pipoca em cinema). Tudo comprado, vamos para a sala, ainda bem que não estava lotada, conseguimos bons lugares, mas como eu já imaginava, aquele monte de pessoas que não param de falar durante o filme, comentam qualquer cena, qualquer ator e riem de tudo, até de merchandising de comprimidos para dor de cabeça. (Lastimável).

Começa o filme. Primeiros 20 minutos, e eu já estava completamente entediado e querendo sair da sala. Sabe aqueles filmes com história ruim? Então, este é pior.

A história é narrada pela atriz que, em três anos de análise, vai comentando sua vida de casada, divorciada, suas alegrias, frustrações, decepções e realizações. Histórias engraçadas? Algumas até tinham potencial para ser, mas não foram bem exploradas, piadas ruins e fora do tempo e um elenco que deixou muito a desejar.

No final da história, Lília Cabral parece que encontrou o verdadeiro sentido da felicidade, usa algumas frases prontas, troca um vestido, e tudo parece que faz sentido. Mas, confesso, no meu entendimento, ela termina as análises dela com os mesmos problemas que começou e sem contar que a sua decisão em divorciar-se, a todo momento volta à tona como a sua maior indecisão.

Obs.: Filme num sábado à tarde, em Shopping, não volto tão cedo.

Anúncios

Responses

  1. to muito afim de ver esse filme, ouvi falar muito bem dele

  2. Não diria que o filme é ruim, muito menos ruim com força…rs
    Acho que é normal cada um interpretar o filme de uma maneira. Dependendo do estado de espírito é lógico que uns sempre vão gostar, outros odiar e por ai vai….apesar das controvérsias, adorei a companhia de vcs nessa sessão….tchururu

  3. Ando louca para assistir…convenhamos homens tem opnião diferente de mulheres!!!

  4. Filme nota 2. Atriz esforçada e perdida num roteiro com piadas para idiotas rirem como a cena da loja de móveis, a cena da primeira sessão com o psicólogo, a cena da dor nas cotas da danceteria, etc. A melhor cena do filme (o pega-pega com a amiga) é uma cópia de um episódio do Scrubs com o Brendan Draser. Para nao variar, a cópia é pior.

    Filme com moral: chifre seu marido e torne-se a Luana Piovani.

    Filme para cair nas graças do brasileiro: tenha piedade do gado.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: