Publicado por: Carlos | 28/05/2009

Mais valia

0056O sem censura é um dos poucos programas da televisão brasileira que ainda vale a pena assistir. Pena que é transmitido em um horário onde a grande maioria da população brasileira não consegue ver (segunda a sexta,16h). Sendo assim, temos que ficar com os trechos postados no youtube, pelo menos é o que eu faço.

Bem, num destes programa deparei-me com a fantástica explicação do consultor Waldez Ludwig para o mercado de trabalho. Conceito de funcionário exemplar, retrato do funcionário padrão, obsessão por formações e MBA’s, plano de carreira e o mais importante, qual é o maior bem que uma empresa pode ter.

De verdade, o vídeo é uma verdadeira aula. Eu poderia resumir os tópicos mais importantes aqui, e facilitar a vida de vocês, que têm preguiça de ler, assistir ou prestar atenção em alguma coisa por mais de um minuto. E o máximo que fazem para exercitar o cérebro, é quando vão comprar DVD pirata no camelô,  resolvem a dificílima operação de: 1 DVD é 5, 3 é 10 REAL. Isto posto, não vou resumir nada. A quem interessar possa:

Assistam os vídeos, o primeiro dura pouco mais de 6 minutos já é suficiente para você pensar um pouco, se ficar interessado, assista os outros 2 na sequência. Comentem o que acharam, vamos abrir um espaço para mais um debate neste blog.

Anúncios

Responses

  1. Sem Censura realmente é o melhor programa de entrevistas no momento. Pena que não pega aqui em São Paulo!

  2. A dica do programa é valiosa, eu também acho.
    Pena que a maioria do povão gosta de sensacionalismo e acaba que um programa bom fica meio que de escanteio…=/

  3. rapaz que post massa kra
    esse kra me deu uma liçao

  4. Tb acho o programa SEMCENSURA muito educativo!
    Gosto também do Ludwig! Ficaria uma madrugada inteira aprendendo com esse cara e esse programa.

    Além do mais tem uma blogueira que foi parar na mesa do Sem Censura. Se vc procurar por “Blog da Fal” vai vê-la sendo apresentado, muito interessante, se puder, está lá no meu blog, pesquise por FAL
    http://www.indicoesseblog.blogspot.com

    e indiquei ela também!

    Agente acaba aprendendo com os blogs que deram certo!

  5. Infelizmente não pega aqui em sampa e infelizmente os melhores programas estão nos piores horários… Bjos

  6. Já estava estranhando nunca ter ouvido falar do programa, até ler o comentário acima. ^^

    Queria assistir, mas minha net está péssima. =|

    Bom blog!
    Abraço.

  7. Sou estudante de RH e adoro tudo que se refere ao assunto. Já conhecia o vídeo e compartilho da mesma opinião sobre o horário do programa Sem Censura! Não poderia ser às 23h!
    Bjs

  8. “As pessoas recebem pela sua raridade e não pela sua importancia.” Nossa ótimo video, ele resumiu muito o dia dia dos trabalhadores. Mas acho que todos são escravos e ficam revoltados por saberem que fazem muito mais doque ganham, Kalr marx explica bem isso. Na questão de que todos nossas crianças estão na escola, discordo. Não se pode generalizar, mas, concordo que deve colocar um adulto na sala de aula para melhorar a educação!

    Mas ótimo video! Para um profissional, é muito útil! Recomendo!

    Se der, da uma passada:
    http://passestime.blogspot.com/

  9. Eu acho que esse programa também não passa aqui em João Pessoa, porque nunca ouvi falar dele!
    Mas, foi uma boa dica, quem sabe dou uma olha no youtube hehe

  10. Sem Censura é educativo, mas na minha opinião eu acho que é pouco divulgado!

    Notícias, Fatos, Desinformação, Bizarrisses…
    .
    Blog do Leonardo
    .
    http://leonardobslima.blogspot.com/

  11. Sem Censura é educativo, porém pouco divulgado!

    http://leonardobslima.blogspot.com/

  12. SEM CENSURA é um dos melhores programas existentes, assisto sempre que tenho tempo, na verdade, uma vez ou outra!!!

  13. Eu nunca tinha visto esse programa mas parece bem interessante, pena que esse horário é impossível de eu assistir.
    Foi uma bela lição nesse programa, heim!!

  14. é infelismente não da pra mim assistir, mas parece ser legal!
    =]

  15. Caramba, não conhecia esse profissional, achei bárbaro, como eu gostaria que meus alunos pudessem ouví-lo e compreender o que ele está passando! maravilhoso, até assisiti os demais vídeos dele.
    só não entendí uma coisa… era para comentar sobre a entrevista e entrevistado ou sobre o programa?

  16. Olá Regiane,

    Realmente este consultor é muito bom, ele foi muito claro em todas as colocações, algumas pessoas o achou arrogante, eu achei verdadeiro.

    Quanto aos comentários.
    Os comentários podem ser sobre o que vc achar interessante.
    Entrevistador, tema, entrevistado e/ou assunto, o importante é deixar registrado o ponto de vista para que possamos ler e concatenar as diferentes ideias.

    Seja sempre bem-vinda viu. Beijo

  17. […] título e o texto é de Carlos Alberto de Souza no blog Sofismando, eu adicionaria o subtítulo, um post provocativo. Ele me provocou um comentário imenso, que no […]

  18. Gosto demais desse programa! Pena que é muito tarde mesmo! Mas como te falei já, ficaria de madrugada asssistindo

  19. o programa eh mto bom mesmo

    Visite-me se puder
    http://theocho888.blogspot.com

  20. bom post sem censura e mt bom pena q tem pouca midia

  21. Eu nunca assisti este programa, me parece ser bom!!

  22. Nossa cara nem conhecia esse programa!
    Gostei muito do video bem legal mesmo muito interessante.
    Parabéns pelo blog cara muito bom !!!!!

  23. Eu confesso que assisto pouco ao programa “Sem Censura” exclusivamente por conta do tempo, mas quando há oportunidade e bons debates, assisto. Já é um programa “tradicional” na TV, pois há quanto tempo está no ar? Prova que qualidade pode, sim, permanecer longo tempo na TV aberta.

    Assisti o primeiro vídeo. Realmente, dá margem para bons debates e reflexões. Interessante que eu, que trabalho com educação, vemos por um lado tentativas de inovação mesmo em um conceito em que o funcionário (professor) não é o centro, não é o profissional valorizado. O conceito de gestão hoje é totalmente incompreendido, apesar dos inúmeros e inúmeros cursos de pós, MBA e extensão.

    abs! Bom post!

  24. Só conhecia o programa de ouvir falar, o vídeo é uma verdadeira aula!!
    Ótimo post!

  25. Muito boa a dica do programa, realmente ainda não tinha assistido. Concordo em muito do que foi falado pelo Ludwig. Ele na verdade explica como se deve agir nesse nosso mundo capitalista. Por mais que seja raro um Ronaldinho Gaúcho a importância dele comparada com a importância dos professores é ínfima. E mesmo que seja a raridade, e não a importância que as empresas procurar não quer dizer que isso esteja certo. Se as empresas querem seus funcionários empenhados no crescimento delas há políticas que incentivam isso, como a participação nos lucros.

  26. gosto do sem censura e tal, mas aquela apresentadora, apesar de ser inteligente e trazer sempre boas questões, apresenta o programa numa cara de tédio que desanima a assistir.

  27. eu ja vi esse video e achei o kra sensacional
    embora não tenha gostado dos trejeitos dele

  28. Pucha, bixo: você é provocador mesmo, um vídeo destes com o título Mais Valia.
    É de se notar que a visão do cara é, de entrada, Lair Ribeiro. Aquele cara que serve pra – e ganha dinheiro fazendo isso mesmo, pois é ele quem não trabalha: ele mesmo, vive a vida de ganhar dinheiro com as palestras encomendadas e de vender seus livrinhos best seller – é o cara que serve pra ir nas empresas dar aquela palestrinha do tipo “Se você não é feliz no trabalho, é por que você não alinhou o teu chackra” ou seja, ele tem uma função – e a vende para os donos de corporações – que é a de ser puramente um ideólogo do trabalho, aquele que serve pra botar todo mundo trabalhando mais não pela chibata, mas pelo convencimento. Ele serve para convencer o coitado dentro da empresa que ele vai ganhar com isso. Ele é o verdadeiro “poeta do trabalho bucólico”, aquele que serve pra botar uma roupinha bonita na exploração, convencendo o trabalhador de que ele vai ganhar mais se ele se adequar ao pink sistema revolucionário que só existe na cabeça dele e de meia dúzia.

    Aqueles que tem sucesso no trabalho tendem a comprar o discurso, mas isto acontece a posteriori, não a priori: isso é muito claro em sociologia do trabalho. Depois de um downsize ocorre, os que ficam adotam este ponto de vista na confusão mental de explicar por que ele ficou e tantos outros se foram. É que ele sorri – ele nem tinha percebido antes. Agora, vai perguntar pros outros mil que perderam o emprego no mesmo processo. É bem simplista dizer que todos aqueles empregados, apesar de desempenharem bem suas funções, pois se não o fizessem nem teriam mantido o emprego que perderam por motivos outros, o do enchugamento, que eles simplesmente não “vestiam a camisa da empresa”, que eles não sorriam que nem uns bocós. É possível trabalhar a sério sem sorrir?.
    No programa, ele está fazendo auto-propaganda. Quem vai comprar? Ele provavelmente espera que algum dono de empresa esteja assistindo. Porque muitos outros – trabalhadores comuns – compram este discurso? Por que estão bastante perdidos, esmagados pelo mercado de trabalho, tentando achar uma solução para problemas que ocorrem em esferas muito mais gerais que aquela que é possível de ser assimilada pela nossa percepção do cotidiano – a esfera macroeconômica. Na sua confusão acabam achando que essa deve de ser a resposta.

    Essa é uma equação complicada, mas tem muito tempo de história. É até anterior ao exemplo que vou dar. Mas esse já é bastante antigo, de um cidadão bretão chamado Taylor – de onde surgiu o termo tailorismo. Taylor foi o primeiro cara que cria uma “ciência da produtividade”. Ele é o primeiro criador do rítmo da produção que vai dar no fordismo. Para fazer a sua monografia que se tornará famosa, ele convence um trabalhador fortão que ele vai ganhar mais (uma merreca de plus, que não vai tirar ninguém da favela, e olha que era na inglaterra e a inglaterra tinha favelas horríveis naquele tempo, como descreve Engels no livro “situação da classe trabalhadora na inglaterra”, uma antropologia de primeira qualidade). Bom, o que esse primeiro cronometrista do trabalho queria, era que esse trabalhador adotasse o procedimento mais eficiente para completar um trabalho no tempo mais eficiente e dai medir o tempo dele e escrever um trabalho “Científico” a respeito.

    Esse coitado desse trabalhador – no livro aparece o nome do cara, o primeiro nome do coitado – foi convencido a ganhar uma merreca que não servia nem pra ele comprar um barracão próprio, e se sujeita a um esquema de trabalho que não dá tempo nem pra ele coçar a bunda, pois se coçar ele sai do esquema e ele só ganha a merreca se ele trabalhar no tempo. Com a “científica” medição de tempo que taylor faz desse sujeito ele inventa o Scientific Management, e vendendo seu peixe para as empresas, ele bota a todos pra trabalhar no tempo da máquina antes mesmo da criação das grandes máquinas seriais de produção. Chaplin, em tempos modernos, faz uma comédia bastante séria em sua crítica a respeito disto.

    “The majority of these men believe that
    the fundamental interests of employés
    and employers are necessarily antagonistic”

    “The natural laziness of men is serious”

    São citações tiradas de Taylor, da sua monografia “The Principles of Scientific Management”.

    Então está bem claro qual é a desse carinha do vídeo, quando ele diz que a maioria daas pessoas tem vocação
    para escravo, ele está falando de mim de você, de todos nós, que burros, não entendemos que se entrarmos no mundo pink dele, e darmos a nossa pele, junto com o osso e vestirmos “a camisa
    da empresa” sorrindo tudo vai ser mais fácil. Eu conheço essa história. Durante as campanhas de privatizações na grã bretanha, o governo tatcher inventou a brilhante manobra ideológica de vender ações das empresas primeiro aos trabalhadores da própria empresa. No
    discurso que acompanhava essa manobra genial, a grã bretanha teria “uma democracia de acionistas”,não é brilhante? Isso foi veiculado por jornais, revistas de todos os tipos, televisão, e dentro das empresas estatais que seriam privatizadas. Esses trabalhadores se tornaram na sua maioria, ao final do processo, desempregados detentores de ações.

    Você sugeriu o texto para ser publicado no Liberdade de Expressão, que é um blog sobre a Confecom, que é um processo de democracia participativa que criará novas leis para as comunicações (rádio, tv, internet) O que isso tem a ver com Confecom? Pode ser uma discussão bastante lateral, mas acho que tem muito
    a ver. A mídia comprada pelo governo tatcher – e a única que lhe escapava, tanto de ser manobrada segundo seus interêsses, como também de ser privatizada, era a BBC. O restante da mídia britãnica daquela época fez o que a Globo nos fez tantas vêzes, a Folha, a grande mídia em geral, e o que eles
    continuam a fazer, que é apostar na nossa ingenuidade de comprar discursos ideológicos baratos. Por isso mesmo acho que é fundamental abrir os espaços para novas vozes, para o que dizem aqueles envolvidos com ONGs, com rádios comunitárias, com a produção de TV de interesse social real, para que possamos realmente ter escolha entre esses discursinhos velhos com roupinha de novos e programas realmente informativos. A liberdade na Internet será atacada pelo projeto Azeredo, e isso nãoocorre só no Brasil, como no resto do mundo, por que entre as leituras disponíveis ao cidadão, os blogues estão dando de dez a zero.

  29. Puxa vida, é uma excelente aula para a vida profissional de qualquer pessoa! Ainda não tinha visto essa entrevista dele no Sem Censura, apesar de já conhecer o Ludwig na mídia.

    É uma bandeira que acredito muito e que todos os profissionais também deveriam levantar é a do empreendedorismo, pois a nossa carreira quem faz somos nós mesmo, e não a empresa.

    Também adoro o Sem Censura, mas ele não pode sair da tarde, pois é a única coisa que salva no horário. Deveria ter uma reprise à noite, por volta das 23h, ou a TV Brasil exibir o programa na internet, em vídeos, para quem quisesse baixar ou assistir no PC.

    Adorei esse post!

    Abraço

  30. Por: Flavia em 29/05/2009
    às 16:04

    FLAVIA VOCÊ COLOCA UMA TENSÃO HONROSA DIANTE DESTE TEMA..

    CONTINUE NOS ALERTANDO SOBRE ESTE TIPO DE IDEOLOGIA TRABALHISTA..
    OBRIGADO..APESAR DO VIDEOA NOS ALERTA CONTRA…

  31. Bom esse vídeo heimmm…

  32. Gostei das ponderações. Assim, reconheço o sucesso pessoal.


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: