Homenagem

MEMÓRIA

Amar o perdido
deixa confundido
este coração.

Nada pode o olvido
contra o sem sentido
apelo do Não.

As coisas tangíveis
tornam-se insensíveis
à palma da mão.

Mas as coisas findas,
muito mais que lindas,
essas ficarão.

Carlos Drummond de Andrade (1902 – 1987)


Anúncios

Responses

  1. TABACARIA (15-1-1928)

    Não sou nada.
    Nunca serei nada.
    Não posso querer ser nada.
    À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.

    Janelas do meu quarto,
    Do meu quarto de um dos milhões do mundo que ninguém sabe quem é
    (E se soubessem quem é, o que saberiam?),
    Dais para o mistério de uma rua cruzada constantemente por gente,
    Para uma rua inacessível a todos os pensamentos,
    Real, impossivelmente real, certa, desconhecidamente certa,
    Com o mistério das coisas por baixo das pedras e dos seres
    Com a morte a pôr umidade nas paredes e cabelos brancos nos homens.
    Com o Destino a conduzir a carroça de tudo pela estrada de nada.

    FERNANDO PESSOA (1888 – 1935)

  2. HÁ DOENÇAS PIORES QUE AS DOENÇAS

    Há doenças piores que as doenças,
    Há dores que não doem, nem na alma
    Mas que são dolorosas mais que as outras.
    Há angústias sonhadas mais reais
    Que as que a vida nos traz, há sensações
    Sentidas só com imaginá-las
    Que são mais nossas do que a própria vida.
    Há tanta cousa que, sem existir,
    Existe, existe demoradamente,
    E demoradamente é nossa e nós…
    Por sobre o verde turvo do amplo rio
    Os circunflexos brancos das gaivotas…
    Por sobre a alma o adejar inútil
    Do que não foi, nem pôde ser, e é tudo.
    Dá-me mais vinho, porque a vida é nada.

    FERNANDO PESSOA (1888 – 1935)

  3. HÁ METAFÍSICA BASTANTE EM NÃO PENSAR EM NADA.

    O que penso eu do mundo?
    Sei lá o que penso do mundo!
    Se eu adoecesse pensaria nisso.

    Que ideia tenho eu das cousas?
    Que opinião tenho sobre as causas e os efeitos?
    Que tenho eu meditado sobre Deus e a alma
    E sobre a criação do mundo?
    Não sei. Para mim pensar nisso é fechar os olhos
    E não pensar. É correr as cortinas
    Da minha janela (mas ela não tem cortinas).

    O mistérios das cousas? Sei lá o que é mistério!
    O único mistério é haver quem pense no mistério.
    Quem está ao sol e fecha os olhos,
    Começa a não saber o que é o sol
    E a pensar muitas coisas cheias de calor.
    Mas abre os olhos e vê o sol,
    E já não pode pensar em nada,
    Porque a luz do sol vale mais que os pensamentos
    De todos os filósofos e todos os poetas.

    O GUARDADOR DE REBANHOS – ALBERTO CAEIRO (1914).

  4. “É tão difícil falar e dizer coisas que não podem ser ditas. É tão silencioso. Como traduzir o silêncio do encontro real entre nós dois? Dificílimo contar. Olhei pra você fixamente por instantes. Tais momentos são meu segredo. Houve o que se chama de comunhão perfeita. Eu chamo isto de estado agudo de felicidade.”

    (Clarice Lispector)

  5. Mude
    Mas comece devagar,
    porque a direção é mais importante
    que a velocidade.

    Sente-se em outra cadeira,
    no outro lado da mesa.
    Mais tarde, mude de mesa.

    Quando sair,
    procure andar pelo outro lado da rua.
    Depois, mude de caminho,
    ande por outras ruas,
    calmamente,
    observando com atenção
    os lugares por onde
    você passa.

    Tome outros ônibus.
    Mude por uns tempos o estilo das roupas.
    Dê os teus sapatos velhos.
    Procure andar descalço alguns dias.

    Tire uma tarde inteira
    para passear livremente na praia,
    ou no parque,
    e ouvir o canto dos passarinhos.

    Veja o mundo de outras perspectivas.
    Abra e feche as gavetas
    e portas com a mão esquerda.

    Durma no outro lado da cama…
    depois, procure dormir em outras camas.

    Assista a outros programas de tv,
    compre outros jornais…
    leia outros livros,
    Viva outros romances.

    Não faça do hábito um estilo de vida.
    Ame a novidade.
    Durma mais tarde.
    Durma mais cedo.

    Aprenda uma palavra nova por dia
    numa outra língua.
    Corrija a postura.
    Coma um pouco menos,
    escolha comidas diferentes,
    novos temperos, novas cores,
    novas delícias.

    Tente o novo todo dia.
    o novo lado,
    o novo método,
    o novo sabor,
    o novo jeito,
    o novo prazer,
    o novo amor.
    a nova vida.

    Tente.
    Busque novos amigos.
    Tente novos amores.
    Faça novas relações.

    Almoce em outros locais,
    vá a outros restaurantes,
    tome outro tipo de bebida
    compre pão em outra padaria.
    Almoce mais cedo,
    jante mais tarde ou vice-versa.

    Escolha outro mercado…
    outra marca de sabonete,
    outro creme dental…
    tome banho em novos horários.

    Use canetas de outras cores.
    Vá passear em outros lugares.
    Ame muito,
    cada vez mais,
    de modos diferentes.

    Troque de bolsa,
    de carteira,
    de malas,
    troque de carro,
    compre novos óculos,
    escreva outras poesias.

    Jogue os velhos relógios,
    quebre delicadamente
    esses horrorosos despertadores.

    Abra conta em outro banco.
    Vá a outros cinemas,
    outros cabeleireiros,
    outros teatros,
    visite novos museus.

    Mude.
    Lembre-se de que a Vida é uma só.
    E pense seriamente em arrumar um outro emprego,
    uma nova ocupação,
    um trabalho mais light,
    mais prazeroso,
    mais digno,
    mais humano.

    Se você não encontrar razões para ser livre,
    invente-as.
    Seja criativo.

    E aproveite para fazer uma viagem despretensiosa,
    longa, se possível sem destino.

    Experimente coisas novas.
    Troque novamente.
    Mude, de novo.
    Experimente outra vez.

    Você certamente conhecerá coisas melhores
    e coisas piores do que as já conhecidas,
    mas não é isso o que importa.
    O mais importante é a mudança,
    o movimento,
    o dinamismo,
    a energia.
    Só o que está morto não muda !

    Repito por pura alegria de viver:
    a salvação é pelo risco,
    sem o qual a vida não vale a pena
    (Clarice Lispector)

  6. A montanha da vida

    A vida pode ser comparada à conquista de uma montanha. Como a vida, ela possui altos e baixos. Para ser conquistada, deve merecer detalhada observação, a fim de que a chegada ao topo se dê com sucesso.

    Todo alpinista sabe que deve ter equipamento apropriado. Quanto mais alta a montanha, maiores os cuidados e mais detalhados os preparativos.

    No momento da escalada, o início parece ser fácil. Quanto mais subimos, mais árduo vai se tornando o caminho.

    Chegando a uma primeira etapa, necessitamos de toda a força para prosseguir. O importante é perseguir o ideal: chegar ao topo.

    À medida que subimos, o panorama que se descortina é maravilhoso. As paisagens se desdobram à vista, mostrando-nos o verde intenso das árvores, as rochas pontiagudas desafiando o céu. Lá embaixo, as casas dos homens tão pequenas…

    É dali, do alto, que percebemos que os nossos problemas, aqueles que já foram superados são do tamanho daquelas casinhas.

    Pode acontecer que um pequeno descuido nos faça perder o equilíbrio e rolamos montanha abaixo. Batemos com violência em algum arbusto e podemos ficar presos na frincha de uma pedra.

    É aí que precisamos de um amigo para nos auxiliar. Podemos estar machucados, feridos ao ponto de não conseguir, por nós mesmos, sair do lugar. O amigo vem e nos cura os ferimentos.

    Estende-nos as mãos, puxa-nos e nos auxilia a recomeçar a escalada. Os pés e as mãos vão se firmando, a corda nos prende ao amigo que nos puxa para a subida.

    Na longa jornada, os espaços acima vão sendo conquistados dia a dia.

    Por vezes, o ar parece tão rarefeito que sentimos dificuldade para respirar. O que nos salva é o equipamento certo para este momento.

    Depois vêm as tempestades de neve, os ventos gélidos que são os problemas e as dificuldades que ainda não superamos.

    Se escorregamos numa ladeira de incertezas, podemos usar as nossas habilidades para parar e voltar de novo. Se caímos num buraco de falsidade de alguém que estava coberto de neve, sabemos a técnica para nos levantar sem torcer o pé e sem machucar quem esteja por perto.

    Para a escalada da montanha da vida, é preciso aprender a subir e descer, cair e levantar, mas voltar sempre com a mesma coragem.

    Não desistir nunca de uma nova felicidade, uma nova caminhada, uma nova paisagem, até chegar ao topo da montanha.

    Para os alpinistas, os mais altos picos são os que mais os atraem. Eles desejam alcançar o topo e se esmeram.

    Preparam-se durante meses. Selecionam equipe, material e depois se dispõem para a grande conquista.

    Um desses arrojados alpinistas,, que conquistou o Everest, disse: Quem de nós não quer chegar ao alto de sua própria montanha?

    Todos nós temos um desejo, um sonho, um objetivo, um verdadeiro Everest. E este Everest não tem 8.848 metros de altitude, nem está entre a China e o Nepal. Este Everest está dentro de nós.

    É preciso ir em busca deste Everest, de nossa mais profunda realização.

  7. Acho essa história o máximo , quero compartilhar com vc…..

    A HISTÓRIA DO BAMBU CHINÊS
    Depois de plantada a semente deste incrível arbusto, não se vê nada por aproximadamente 5 anos, exceto um lento desabrochar de um diminuto broto a partir do bulbo.
    Durante 5 anos, todo o crescimento é subterrâneo, invisível a olho nu, mas… uma maciça e fibrosa estrutura de raiz que se estende vertical e horizontalmente pela terra está sendo construída.
    Então, no final do 5º ano, o bambu chinês cresce até atingir a altura de 25 metros.
    “Muitas coisas na vida pessoal e profissional são iguais ao bambu chinês. Você trabalha, investe tempo, esforço, faz tudo o que pode para nutrir seu crescimento, e às vezes não vê nada por semanas, meses ou anos. Mas se tiver paciência para continuar trabalhando, persistindo e nutrindo, o seu 5.º ano chegará, e com ele virão um crescimento e mudanças que você jamais esperava…”
    O bambu chinês nos ensina que não devemos facilmente desistir de nossos projetos e de nossos sonhos…
    Em nosso trabalho especialmente, que é um projeto fabuloso que envolve mudanças de comportamento, de pensamento, de cultura e de sensibilização, devemos sempre lembrar do bambu chinês para não desistirmos facilmente diante das dificuldades que surgirão.
    Procure cultivar sempre dois bons hábitos em sua vida: a Persistência e a Paciência, pois você merece alcançar todos os seus sonhos..!!!
    “É preciso muita fibra para chegar às alturas e, ao mesmo tempo, muita flexibilidade para se curvar ao chão.

    bjs e boa semana!!!!

  8. O Menestrel –
    Depois de algum tempo você aprende a diferença, a sutil diferença entre dar a mão e acorrentar uma alma. E você aprende que amar não significa apoiar-se. E que companhia nem sempre significa segurança. Começa a aprender que beijos não são contratos e que presentes não são promessas.
    Começa a aceitar suas derrotas com a cabeça erguida e olhos adiante, com a graça de um adulto e não com a tristeza de uma criança.
    Aprende a construir todas as suas estradas no hoje, porque o terreno do amanhã é incerto demais para os planos, e o futuro tem o costume de cair em meio ao vão.
    Depois de um tempo você aprende que o sol queima se ficar exposto por muito tempo.
    E aprende que, não importa o quanto você se importe, algumas pessoas simplesmente não se importam… E aceita que não importa quão boa seja uma pessoa, ela vai feri-lo de vez em quando e você precisa perdoá-la por isso. Aprende que falar pode aliviar dores emocionais.
    Descobre que se leva anos para construir confiança e apenas segundos para destruí-la…
    E que você pode fazer coisas em um instante das quais se arrependerá pelo resto da vida. Aprende que verdadeiras amizades continuam a crescer mesmo a longas distâncias.
    E o que importa não é o que você tem na vida, mas quem você tem na vida.
    E que bons amigos são a família que nos permitiram escolher.
    Aprende que não temos de mudar de amigos se compreendemos que os amigos mudam…
    Percebe que seu melhor amigo e você podem fazer qualquer coisa, ou nada, e terem bons momentos juntos. Descobre que as pessoas com quem você mais se importa na vida são tomadas de você muito depressa… por isso sempre devemos deixar as pessoas que amamos com palavras amorosas; pode ser a última vez que as vejamos. Aprende que as circunstâncias e os ambientes têm influência sobre nós, mas nós somos responsáveis por nós mesmos. Começa a aprender que não se deve comparar com os outros, mas com o melhor que pode ser.
    Descobre que se leva muito tempo para se tornar a pessoa que quer ser, e que o tempo é curto.
    Aprende que não importa onde já chegou, mas para onde está indo… mas, se você não sabe para onde está indo, qualquer caminho serve.
    Aprende que, ou você controla seus atos, ou eles o controlarão… e que ser flexível não significa ser fraco, ou não ter personalidade, pois não importa quão delicada e frágil seja uma situação, sempre existem, pelo menos, dois lados. Aprende que heróis são pessoas que fizeram o que era necessário fazer, enfrentando as conseqüências. Aprende que paciência requer muita prática.
    Descobre que algumas vezes a pessoa que você espera que o chute quando você cai é uma das poucas que o ajudam a levantar-se. Aprende que maturidade tem mais a ver com os tipos de experiência que se teve e o que você aprendeu com elas do que com quantos aniversários você celebrou. Aprende que há mais dos seus pais em você do que você supunha.
    Aprende que nunca se deve dizer a uma criança que sonhos são bobagens…
    Poucas coisas são tão humilhantes e seria uma tragédia se ela acreditasse nisso.
    Aprende que quando está com raiva tem o direito de estar com raiva, mas isso não te dá o direito de ser cruel. Descobre que só porque alguém não o ama do jeito que você quer que ame não significa que esse alguém não o ama com tudo o que pode, pois existem pessoas que nos amam, mas simplesmente não sabem como demonstrar ou viver isso.
    Aprende que nem sempre é suficiente ser perdoado por alguém…
    Algumas vezes você tem de aprender a perdoar a si mesmo.
    Aprende que com a mesma severidade com que julga, você será em algum momento condenado.
    Aprende que não importa em quantos pedaços seu coração foi partido, o mundo não pára para que você o conserte. Aprende que o tempo não é algo que possa voltar.
    Portanto, plante seu jardim e decore sua alma, em vez de esperar que alguém lhe traga flores.
    E você aprende que realmente pode suportar… que realmente é forte, e que pode ir muito mais longe depois de pensar que não se pode mais. E que realmente a vida tem valor e que você tem valor diante da vida! Nossas dúvidas são traidoras e nos fazem perder o bem que poderíamos conquistar se não fosse o medo de tentar

  9. Viver não dói

    Definitivo, como tudo o que é simples.
    Nossa dor não advém das coisas vividas,
    mas das coisas que foram sonhadas
    e não se cumpriram.

    Por que sofremos tanto por amor?

    O certo seria a gente não sofrer,
    apenas agradecer por termos conhecido
    uma pessoa tão bacana,
    que gerou em nós um sentimento intenso
    e que nos fez companhia por um tempo razoável,
    um tempo feliz.

    Sofremos por quê?

    Porque automaticamente esquecemos
    o que foi desfrutado e passamos a sofrer
    pelas nossas projeções irrealizadas,
    por todas as cidades que gostaríamos
    de ter conhecido ao lado do nosso amor
    e não conhecemos,
    por todos os filhos que
    gostaríamos de ter tido junto e não tivemos,
    por todos os shows e livros e silêncios
    que gostaríamos de ter compartilhado,
    e não compartilhamos.
    Por todos os beijos cancelados,
    pela eternidade.

    Sofremos não porque
    nosso trabalho é desgastante e paga pouco,
    mas por todas as horas livres
    que deixamos de ter para ir ao cinema,
    para conversar com um amigo,
    para nadar, para namorar.

    Sofremos não porque nossa mãe
    é impaciente conosco,
    mas por todos os momentos em que
    poderíamos estar confidenciando a ela
    nossas mais profundas angústias
    se ela estivesse interessada
    em nos compreender.

    Sofremos não porque nosso time perdeu,
    mas pela euforia sufocada.

    Sofremos não porque envelhecemos,
    mas porque o futuro está sendo
    confiscado de nós,
    impedindo assim que mil aventuras
    nos aconteçam,
    todas aquelas com as quais sonhamos e
    nunca chegamos a experimentar.

    Como aliviar a dor do que não foi vivido?

    A resposta é simples como um verso:
    Se iludindo menos e vivendo mais!!!
    A cada dia que vivo,
    mais me convenço de que o
    desperdício da vida
    está no amor que não damos,
    nas forças que não usamos,
    na prudência egoísta que nada arrisca,
    e que, esquivando-se do sofrimento,
    perdemos também a felicidade.
    A dor é inevitável.
    O sofrimento é opcional

    (Carlos Drummond de Andrade)

  10. No Elevador do Filho de Deus

    A gente tem que morrer tantas vezes durante a vida
    Que eu já tô ficando craque em ressurreição
    Bobeou eu tô morrendo
    Na minha extrema pulsão
    Na minha extrema-unção
    Na minha extrema menção
    de acordar viva todo dia
    Há dores que sinceramente eu não resolvo
    sinceramente sucumbo
    Há nós que não dissolvo
    e me torno moribundo de doer daquele corte
    do haver sangramento e forte
    que vem no mesmo malote das coisas queridas
    Vem dentro dos amores
    dentro das perdas de coisas antes possuídas
    dentro das alegrias havidas

    Há porradas que não tem saída
    há um monte de “não era isso que eu queria”
    Outro dia, acabei de morrer
    depois de uma crise sobre o existencialismo
    3º mundo, ideologia e inflação…
    E quando penso que não
    me vejo ressurgida no banheiro
    ………….(tirei frase que não gosto!rs)
    Sem cor, sem fala
    nem informática nem cabala
    eu era uma espécie de Lázara
    poeta ressuscitada
    passaporte sem mala
    com destino de nada!

    A gente tem que morrer tantas vezes durante a vida
    ensaiar mil vezes a séria despedida
    a morte real do gastamento do corpo
    a coisa mal resolvida
    daquela morte florida
    cheia de pêsames nos ombros dos parentes chorosos
    cheio do sorriso culpado dos inimigos invejosos
    que já tô ficando especialista em renascimento

    Hoje, praticamente, eu morro quando quero:
    às vezes só porque não foi um bom desfecho
    ou porque eu não concordo
    Ou uma bela puxada no tapete
    ou porque eu mesma me enrolo
    Não dá outra: tiro o chinelo…
    E dou uma morrida!
    Não atendo telefone, campainha…
    Fico aí camisolenta em estado de éter
    nem zangada, nem histérica, nem puta da vida!
    Tô nocauteada, tô morrida!

    Morte cotidiana é boa porque além de ser uma pausa
    não tem aquela ansiedade para entrar em cena
    É uma espécie de venda
    uma espécie de encomenda que a gente faz
    pra ter depois ter um produto com maior resistência
    onde a gente se recolhe (e quem não assume nega)
    e fica feito a justiça: cega
    Depois acorda bela
    corta os cabelos
    muda a maquiagem
    reinventa modelos
    reencontra os amigos que fazem a velha e merecida
    pergunta ao teu eu: “Onde cê tava? Tava sumida, morreu?”
    E a gente com aquela cara de fantasma moderno,
    de expersona falida:
    – Não, tava só deprimida

    Elisa Lucinda

  11. É Proibido

    É proibido chorar sem aprender,
    Levantar-se um dia sem saber o que fazer
    Ter medo de suas lembranças.

    É proibido não rir dos problemas
    Não lutar pelo que se quer,
    Abandonar tudo por medo,

    Não transformar sonhos em realidade.
    É proibido não demonstrar amor
    Fazer com que alguém pague por tuas dúvidas e mau-humor.
    É proibido deixar os amigos

    Não tentar compreender o que viveram juntos
    Chamá-los somente quando necessita deles.
    É proibido não ser você mesmo diante das pessoas,
    Fingir que elas não te importam,

    Ser gentil só para que se lembrem de você,
    Esquecer aqueles que gostam de você.
    É proibido não fazer as coisas por si mesmo,
    Não crer em Deus e fazer seu destino,

    Ter medo da vida e de seus compromissos,
    Não viver cada dia como se fosse um último suspiro.
    É proibido sentir saudades de alguém sem se alegrar,

    Esquecer seus olhos, seu sorriso, só porque seus caminhos se
    desencontraram,
    Esquecer seu passado e pagá-lo com seu presente.
    É proibido não tentar compreender as pessoas,
    Pensar que as vidas deles valem mais que a sua,

    Não saber que cada um tem seu caminho e sua sorte.
    É proibido não criar sua história,
    Deixar de dar graças a Deus por sua vida,

    Não ter um momento para quem necessita de você,
    Não compreender que o que a vida te dá, também te tira.
    É proibido não buscar a felicidade,

    Não viver sua vida com uma atitude positiva,
    Não pensar que podemos ser melhores,
    Não sentir que sem você este mundo não seria igual.

    (PABLO NERUDA)

  12. Eu sou o brilho dos teus olhos ao me olhar
    Sou o teu sorriso ao ganhar um beijo meu
    Eu sou teu corpo inteiro a se arrepiar
    Quando em meus braços você se acolheu

    Eu sou o teu segredo mais oculto
    Teu desejo mais profundo, o teu querer
    Tua fome de prazer sem disfarçar
    Sou a fonte de alegria, sou o teu sonhar

    Eu sou a tua sombra, eu sou teu guia
    Sou o teu luar em plena luz do dia
    Sou tua pele, proteção, sou o teu calor
    Eu sou teu cheiro a perfumar o nosso amor

    Eu sou tua saudade reprimida
    Sou o teu sangrar ao ver minha partida
    Sou o teu peito a apelar, gritar de dor
    Ao se ver ainda mais distante do meu amor

    Sou teu ego, tua alma
    Sou teu céu, o teu inferno a tua calma
    Eu sou teu tudo, sou teu nada
    Minha pequena, és minha amada
    Eu sou o teu mundo, sou teu poder
    Sou tua vida, sou meu eu em você!!!

  13. Se eu podesse,eu vario uma omenagens para a suzana vieira porque ela é umas das melheres que é sincera com as pessoas .Quando eu comesei a gosta da suzana com minha atriz preferida ,eu tinha 12 anos todos os tipos de novela eu sempre ficava ali vendo agora eu tenho 17anos ,e parece que o sonho de ver ela almentou mais ,eu pesso para DEUS iluminar a vida dela todos os dias e pesso para ele tbm que realize o meu maior sonho que é ver ela.bjs.

  14. O SOL MANDOU PARA LUA UM PRESENTE COM TRêS LAÇOS EU MANDO PARA SUZANA VIEIRA UM BJ E UM ABRAÇO.FELIZ ANIVERSÁRIO EU SEI QUE ELA FAZ SÓ EM AGOSTO bjs TE AMO.

  15. eu amo o corinthians

  16. E = M . C ²
    TUDO É RELATIVO………….

  17. Sossega, coração! Não desesperes!
    Talvez um dia, para além dos dias,
    Encontres o que queres porque o queres.
    Então, livre de falsas nostalgias,
    Atingirás a perfeição de seres.
    Mas pobre sonho o que só quer não tê-lo!
    Pobre esperença a de existir somente!
    Como quem passa a mão pelo cabelo
    E em si mesmo se sente diferente,
    Como faz mal ao sonho o concebê-lo!

    Sossega, coração, contudo! Dorme!
    O sossego não quer razão nem causa.
    Quer só a noite plácida e enorme,
    A grande, universal, solente pausa
    Antes que tudo em tudo se transforme.

    Fernando Pessoa, 2-8-1933.

  18. NO CEU OU NA TERRA,EU SENPRE SEREI CORINTIANA DE CORAÇÃO

    CORINTIAS !!! CORINTIAS !!!


Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: